BLOG DO PROFESSOR LAGES

ENTRE E FIQUE À VONTADE.

BLOG DO PROFESSOR LAGES - ENTRE E FIQUE À VONTADE.

Por que a Câmara Municipal de Ribeirão é tão ruim?

A Câmara Municipal deve exercer as funções de legislar e fiscalizar. Os vereadores devem elaborar e aprovar as leis do município e exercer controle sobre a administração, principalmente fiscalizar condutas e contas do poder executivo. Também tem como função mediar conflitos e contribuir para a organização popular, para diminuir sua desigualdade e promover avanços sociais.

Mas infelizmente, prevalece em nossa atual Câmara uma visão mais individual do que social da política. Temos uma maioria de vereadores comprometidos apenas com seus redutos eleitorais, prestando favores e mais preocupados com reeleição. Ribeirão tem vereador que está na Câmara há 40 anos e outros que usam rádio e televisão para ganhar votos. No final das contas, não fiscalizam o executivo, trocam sua influência por benefícios pessoais, como cargos comissionados por exemplo.

Até mesmo alguns instrumentos de fiscalização, quando são usados, não passam de manobra eleitoreira ou revanchismo político, como as Comissões Especiais de Estudo (CEE’s) e as Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI’s). Muitas sem resultado algum, gerando apenas custos e notas na imprensa.

Todos perdemos com este tipo de política, principalmente a população que sofre com a má qualidade dos serviços públicos. Basta observar como anda nossa saúde, educação, infraestrutura urbana, dívida municipal, preço de serviços como transporte público. Conclusão: aquelas duas principais funções da Câmara (legislar e fiscalizar) dão lugar a uma política de balcão, contrária aos interesses da população.

Por que a nossa Câmara é tão ruim? Por tudo o que falamos acima e muito mais. Percebe-se que o seu papel em Ribeirão Preto é minúsculo e, ao mesmo tempo, tremendamente caro ao não retribuir à população um bom serviço que amplie os direitos e a cidadania. Vamos juntos mudar essa realidade e fazer valer nosso desejo de uma cidade melhor. 

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*