BLOG DO PROFESSOR LAGES

ENTRE E FIQUE À VONTADE.

BLOG DO PROFESSOR LAGES - ENTRE E FIQUE À VONTADE.

AS DIATRIBES DO DEPUTADO PASTOR MARCO FELICIANO, BEM ACOMPANHADO DO OLIVEIRA JÚNIOR E, AGORA, DA VIVIANE ALEXANDRE

O deputado pastor Marco Feliciano, do Partido Social Cristão (PSC), vira e mexe aparece por Ribeirão Preto para cometer algum dos seus desatinos misóginos, homofóbicos e racistas. Dono de mais de 400 mil votos para deputado federal, especializou-se em chamar pelo nome de Deus em vão para justificar a sua ignorância teológica e distribuir verdadeiras pérolas do que há de pior e mais revoltante em termos de fundamentalismo e fanatismo religiosos na sociedade brasileira contemporânea. E tudo isso ele leva para a esfera política da Câmara Federal, na mais aberta afronta ao Estado laico previsto em nossa Constituição. Considerado por especialistas e ativistas como o maior inimigo dos direitos humanos no país, chegou a ser eleito presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

1934561_1710710969151559_6007099533969592418_n

Ele esteve por aqui na semana passada para fazer a filiação da vereadora Viviane Alexandre ao seu PSC, depois que esta saiu do PPS. Esta foi a vereadora que se elegeu em 2012 com a nobre bandeira da causa animal e foi tão fiel aos seus eleitores, ao seu partido e a essa causa que foi por eles escorraçada e passou praticamente todo um mandato à deriva na Câmara de Ribeirão Preto. Destacou-se ainda em ser uma fiel integrante da base aliada da prefeita, e assim, corresponsável pela situação dramática por que passa a nossa Ribeirão nos últimos anos. Agora, a vereadora resolveu fazer uma jogada de mestre. Ela quis um partido para ela ser dona, deve ter feito uma boa negociação municipal e regional e vai tentar continuar com a vereança, trocando a causa animal pelas causas da família cristã defendidas pelo pastor deputado.

Mas realmente o Feliciano sempre escolhe bons parceiros para o seu Partido Social Cristão em Ribeirão. Não podemos esquecer que o último vereador do seu partido foi o Oliveira Júnior, aquele mesmo que foi condenado por ser mandante de assassinato de um advogado em Itu, quando era vice-prefeito desta cidade. Saiu de lá, armou barraca por aqui e se elegeu vereador em 2008 com as bênçãos do pastor deputado. Todos sabem que o nobre edil acabou cassado por falta de decoro parlamentar e desacato a policiais. O certo é que seus colegas de Câmara já não suportavam mais a sua presença ameaçadora.

Uma das diatribes racistas do deputado pastor Marco Feliciano em 2011 foi quando tentou dar uma fundamentação bíblica para o que ele chama até hoje de maldição da África. Esta preciosidade alcançou grande repercussão na mídia, na esteira de outras polêmicas declarações, na mesma linha de argumentação, do deputado Jair Bolsonaro que acabou de se filiar também ao PSC para ser candidato à Presidência da República em 2018. Vê-se que a vereadora Viviane está com ótimas companhias. Bolsonaro é o grande líder dos grupos mais conservadores do país, a maior parte deles declaradamente fascistas. Não é à toa que este deputado, correligionário do Feliciano e da Viviane, responde por inúmeros processos judiciais.

Mas ainda em 2011, o deputado pastor Marcos Feliciano chegou a dar uma inusitada coletiva no salão nobre da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, ao lado do vereador Oliveira Júnior. Na coletiva, o deputado tentou explicar suas declarações discriminatórias e racistas contra o povo negro. Tomou o nome do Deus cristão em vão, responsabilizando-O pela tal maldição da África, de seus filhos e de seus descendentes no Brasil. E foi buscar na Bíblia a base para toda a sua argumentação. Disse que ele não era racista, não estava discriminando os negros, mas que estava lá na Bíblia, havia base teológica para as suas afirmações: Deus havia excomungado o continente africano.

(O artigo completo intitulado A ÁFRICA É UM CONTINENTE EXCOMUNGADO PELO DEUS CRISTÃO?, escrito em 2011, desmontando a argumentação teológica utilizada pelo deputado pastor, pode ser encontrada no meu blog www.professorlages.com.br )

Categoria: Sem categoria

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*